A criança no mergulho : um projeto inovador

Paulo de Tharso – Instrutor Trainer PDIC # 5123
Texto e Fotos: Paulo de Tha
O que você acha de jogar xadrez embaixo d’água? Ou descobrir que pode ficar mais de dois minutos sem respirar no fundo de uma piscina?
O instrutor de mergulho Paulo de Tharso, através do projeto “A criança no mergulho”, criado especialmente para crianças e adolescentes na faixa etária entre 8 e 16 anos, mostra que isso é possível.

 

Os primeiros passos para se iniciar na atividade se dão por meio de exercícios em apnéia – modalidade considerada esportiva –, que consiste em aumentar gradativamente o tempo de mergulho. (O Brasil atualmente é campeão mundial em apnéia estática com o recorde da catarinense Karoline Meyer que alcançou a marca acima dos seis minutos.)
A apnéia é uma grande aliada da natação, por aumentar a resistência do nadador, e um convite a brincar. “O relaxamento e a concentração auxiliam no equilíbrio do organismo”, explica o instrutor. E prossegue: “Quando estão dentro da piscina, as crianças ficam deslumbradas, porque percebem o fascínio de poder interagir debaixo d’água e de ter uma visibilidade diferente quando colocam a máscara de mergulho pela primeira vez”.

O resultado desse trabalho, que a princípio era para ser apenas uma experiência, deu certo e virou currículo da escola de natação Estilo, na Barra da Tijuca (RJ). A nova modalidade esportiva, que oferece os equipamentos em formato infantil, agora é norma.

“No decorrer das aulas”, explica Paulo, “eu avalio o desempenho de cada um por meio de gráficos. E é gratificante ver os resultados: uma menina de 10 anos começou com 30 segundos e após seis aulas chegou a um minuto e 23 segundos”, conclui.

Durante as atividades, enquanto exercitam a respiração embaixo d’água, as crianças caçam tesouros escondidos, jogam Jogo da Velha, Memória e passam por obstáculos em argolas. “As brincadeiras são usadas para estimular as crianças a ficarem submersas o máximo de tempo possível, tendo uma tarefa a completar”, esclarece Paulo de Tharso.
O objetivo deste projeto é tornar a prática do Snorkeling um fio condutor de interação social e de conscientização ecológica. A idéia é que as crianças motivem seus pais e amigos a conhecerem o mergulho, para que a atividade se torne uma opção de lazer em família e, ao mesmo tempo, levar os novos mergulhadores à descoberta de um mundo totalmente novo e surpreendente, ao qual aprendem a respeitar

Martin Leray

Martin Leray