Trabalho “American Journal of Emergency Medicine” mostra resultados muito interessantes de salvamento aquático e ressuscitação.

Objetivo:
O processo completo do afogamento ocorre em segundos a minutos. Uma intervenção precoce pode interromper ou evitar a maioria das complicações da doença. Nadadeiras, tubo e prancha de resgate, são os equipamentos mais frequentemente utilizados por guarda-vidas. O objetivo deste trabalho foi comparar os aspectos de segurança e tempo de uso destes diferentes equipamentos, levando-se em consideração os efeitos fisiológicos sobre o guarda-vidas e seu desempenho na ressuscitação cardio-pulmonar (RCP).

Métodos:
Foi realizado controle clínico em 35 guarda-vidas avaliando-se 4 diferentes tipos de resgate com mensuração do lactato sérico e avaliação da escala subjetiva de esforço de Borg e eficácia na realização da RCP.

Resultados:
Um total de 92 resgates foi realizado por 23 guarda-vidas. O resgate realizado sem equipamento demonstrou o maior tempo de resgate total e o uso de prancha de resgate o menor tempo (P<.001). Uma RCP bem realizada foi documentada antes e depois de todos os 4 diferentes tipos de resgate (P>.05), embora a ventilação tenha sido apenas 50% do correto. O lactato sérico se mostrou aumentado em todos os resgates e a escala de Borg demonstrou menor esforço quando a prancha foi utilizada em comparação a nadadeiras, nadadeiras + tubo, e nenhum equipamento.

Conclusão:
O uso de equipamentos de propulsão e flutuação economiza precioso tempo no resgate podendo reduzir a mortalidade e morbidade. A prancha de resgate foi o equipamento na condição testada de melhor resultado. Guarda-vidas necessitam melhor treinamento em ventilação especialmente quando consideramos sua importância no afogamento.

BAIXE O TRABALHO COMPLETO

1354719834_ACP_PDF 2_file_document

Dr David Szpilman

Dr David Szpilman

Dr David Szpilman - Sócio Fundador, Ex-Presidente, Ex-Diretor Médico e atual Secreatário-Geral da SOBRASA; Ten Cel Médico RR do CBMERJ; Médico do Município do Rio de Janeiro; Membro do Conselho Médico e Prevenção da International Lifesaving Federation - ILS; Membro da Câmara Técnica de Medicina Desportiva do CREMERJ. www.szpilman.com