Álcool e afogamento – UM GRAVE PROBLEMA A COMBATER

Matéria 1 – Afogamento é uma das maiores causas de morte no Brasil
• 5.700 brasileiros morrem afogados todos os anos em nosso país.
• O álcool está envolvido em pelo menos 15% dessas ocorrências, ou seja, pelo menos duas pessoas alcoolizadas dentre as 16 que morrem afogadas diariamente no Brasil.
• Álcool e atividades aquáticas são extremamente perigosas a sua vida.
• Nós recomendamos “Se beber, fique fora da água”.

Matéria 2 – Dois brasileiros morrem afogados todos os dias em nosso país.
• Mais de 15% de todos os óbitos por afogamento estão relacionados ao uso de álcool. Em algumas regiões e atividades, como em festas onde é comum ter uma piscina ou lago isso pode chegar até a 60%.
• O uso do álcool superestima sua capacidade e te expõe a perder seu maior tesouro – sua vida.
• Nós recomendamos “Se beber, fique fora da água”.

Matéria 3 – Masculinidade tóxica, você conhece?
• É o que faz homens morrerem 13 vezes mais que as mulheres na faixa de 15 a 29 anos.
• O uso do álcool tem um efeito participa e potencializa essa redução da avaliação do risco de um afogamento e dessa forma pode te matar muito rapidamente.
• Se beber, fique fora da água.

Matéria 4 – Eu sei nadar e não vou me afogar!
• É comum essa ideia de que basta saber nadar para não se afogar. Mas isso tem provado ser uma grande pegadinha. Muitos grandes nadadores, surfista e experientes “acquamans” se afogam e morrem.
Porque?
• Simplesmente porque temos limitações e precisamos respeita-las.
Por exemplo eu sou um excelente nadador, mas não tenho a competência aquática para entrar em Nazaré com aquele tamanho de onda, assim como uma criança que sabe nadar em piscina se for colocada em uma praia com ondas bem pequenas certamente se afogará.
• O uso de álcool não combina com nadar.
• Respeite sempre seus limites e lembre-se o uso de álcool como muitas drogas reduzem sua capacidade de entender e sair de situações de risco, onde sua vida está no fio da navalha.
• Se beber, fique fora da água.

Matéria 5 – Eu já sei que não devo beber e dirigir, mas posso ir nadar?
• Temos hoje uma cultura de não misturar álcool e direção, mas no lazer isso ainda não está muito claro.
• É comum em passeios de barco e pescarias e locais de muito turismo, esta proposta de diversão com álcool.
• Uma pessoa alcoolizada, eufórica e sem medos está muito mais exposta nestes ambientes onde desconhecem os altos riscos de estarem próximos ou dentro da água.
• Aliado a isso temos também a dificuldade de nadar e se defender na água relacionada ao uso do álcool.
• Se beber, fique fora da água.

Matéria 6 – Posso beber enquanto estou responsável pela segurança de meu filho?
• O afogamento é a segunda causa de mortes por afogamento em crianças de 1 a 4 anos no Brasil. 50% disso ocorre em casa.
• Esta criança depende diretamente de um responsável para evitar seu afogamento.
• O uso do álcool relaxa nossas preocupações e assim a importância de estar de olho no seu maior tesouro.
• Dentro ou próximo a um espelho de água, cuide de seu maior tesouro a distância de um braço e nunca sob efeito do álcool.

Quando se fala em afogamentos, lembre-se que…
O ÁLCOOL TE TRANSFORMA EM UM SUPER-HERÓI SEM PODERES,
e você fará parte de uma galeria enterrada a sete palmos,
Vai se arriscar?

Álcool e água não se misturam,
O álcool reduz sua coordenação motora e seu julgamento,
O risco de morte por afogamento é enorme,
Quer arriscar sua vida nisso?

Dr David Szpilman

Dr David Szpilman

Dr David Szpilman - Sócio Fundador, Ex-Presidente, Ex-Diretor Médico e atual Secretário-Geral da SOBRASA; Ten Cel Médico RR do CBMERJ; Médico do Município do Rio de Janeiro; Membro do Conselho Médico e Prevenção da International Lifesaving Federation - ILS; Membro da Câmara Técnica de Medicina Desportiva do CREMERJ. www.szpilman.com